A Elyse Energy e a Lafarge France unem esforços para a descarbonização da indústria e a valorização do CO2

Lyon, 27 de outubro de 2022, a Elyse Energy e a Lafarge France assinaram um novo Memorando de Entendimento (MOU – Memorandum of Understanding) para trabalharem em conjunto na descarbonização da indústria francesa, em particular para a indústria do cimento, através da produção de e-metanol. No âmbito do seu programa eM-France, a Elyse Energy deseja assim colocar a sua perícia na captação de carbono e na produção de moléculas sintéticas ao serviço da Lafarge, que deseja empreender novas iniciativas para reutilizar o seu CO2 não evitável.

UM MOU COMO PRIMEIRO PASSO PARA A DESCARBONIZAÇÃO DA INDÚSTRIA DO CIMENTO

As duas empresas assinaram um Memorando de Entendimento (MOU) em julho de 2022 para combinar as suas competências a fim de valorizar a captação de CO2 das fábricas de cimento da Lafarge em França e utilizar estas moléculas no processo de produção de e-metanol pela Elyse Energy.

 

Este MOU representa um primeiro passo no compromisso mútuo, real e sólido entre as duas empresas para acelerar a descarbonização da indústria francesa através da captação de CO2 não evitável. Este CO2 pode então ser transformado em combustíveis ou módulos de base da química, menos poluentes e com um ciclo de vida do produto descarbonizado, em particular o e-metanol. Estes produtos serão então distribuídos ao sector da química verde para ajudar a reduzir a sua pegada de carbono.

 

UM PRIMEIRO ACORDO NO ÂMBITO DO PROGRAMA EM-FRANCE DA ELYSE ENERGY

Esta parceria faz parte do programa eM-France da Elyse Energy. Este ambicioso programa inclui o desenvolvimento, a construção e a operação de várias fábricas em França para a produção de e-metanol à base de CO2 e de hidrogénio verde por eletrólise da água alimentada por eletricidade de fontes renováveis. A ambição global do programa eM-France é produzir 500 000 toneladas de e-metanol por ano até 2030. Este programa não só permitiria completar a disponibilidade de soluções de retenção para responder às quantidades de carbono emitidas – e captáveis – nas instalações de Lafarge, mas também para trabalhar nas sinergias industriais associadas (valorização do oxigénio coproduzido e do calor, utilização do e-metanol, etc.). Assim, e em conformidade com a sua missão fundamental, a Elyse Energy deseja apoiar a Lafarge e a indústria francesa em geral na sua estratégia de descarbonização, oferecendo soluções concretas.

A Lafarge France já se comprometeu com a sua trajetória para a neutralidade de carbono até 2050. Para além da implementação de medidas diretas de redução das suas emissões, a Lafarge France deseja também desenvolver soluções para a captação e utilização do CO2 emitido pelas suas atividades e contribuir para a descarbonização do seu processo de fabrico e dos seus produtos. A título indicativo, a Lafarge já poderá confiar à Elyse Energy 200 000 toneladas de CO2 das suas instalações industriais.

 

Durante vários anos, a Lafarge tem estado empenhada num vasto processo de descarbonização das suas atividades, em conformidade com os objetivos do Acordo de Paris sobre a limitação do aquecimento global a 1,5 °C até 2050. A Lafarge pretende reduzir a sua pegada de carbono para 440 kgCO2/t de cimento até 2030, em comparação com os 531 kg/t atuais, e ser neutra em carbono até 2050 para o âmbito 1 (“scope 1”) das suas atividades. Toda esta trajetória foi cientificamente validada pelo SBTI. Estes objetivos ambiciosos exigem investimentos maciços para modernizar as ferramentas industriais da empresa e permitir a implementação de inovações revolucionárias. Entre estas inovações, a captação de CO2 é uma alavanca essencial para a descarbonização do negócio do cimento. A Elyse Energy oferece soluções concretas para responder a estes desafios.

Thomas de Charrette, Diretor de descarbonização da Lafarge France: “A captação e reutilização de CO2 desempenham um papel complementar fundamental na estratégia de descarbonização da nossa atividade. Unir forças com a Elyse Energy para desenvolver soluções de valorização do CO2, na química verde por exemplo, perto dos nossos locais de produção, é uma forma relevante de cumprir os nossos compromissos para reduzir o peso de carbono dos nossos produtos, promovendo ao mesmo tempo o desenvolvimento de uma economia circular sustentável. “

Cédric de Saint-Jouan, Presidente do Comité Estratégico da Elyse Energy: “Estamos muito satisfeitos por apoiar a Lafarge na sua estratégia de descarbonização no território nacional. Concebemos as nossas unidades de produção para maximizar as sinergias com as indústrias existentes: neste caso, encorajando a captação e reutilização de CO2 no local, localmente. Com esta nova “economia circular de CO2”, queremos contribuir para reforçar a competitividade de uma indústria francesa sustentável e livre de carbono. “

Ces articles pourraient vous intéresser

 

Elyse Energy choisit Equans France, à travers son entité ERAS, pour l’assistance à maitrise d’ouvrage de deux projets innovants de...

Elyse Energy et Teréga Solutions s’associent pour le développement d’infrastructures d’hydrogène, de CO2 et d’O2 sur le bassin de Lacq

Elyse Energy et Lafarge France s’associent pour la décarbonation de l’industrie et la valorisation du CO2

Contactez
nous

 

 

Voir nos offres

Gardez de nos
nouvelles !

 

Pour vous tenir informes de nos actualités et de l’avancée de
nos programmes, inscrivez-vous à notre newsletter !

 

Newsletter